sábado, 23 de março de 2019

UM PROGRAMA MELHOR QUE O OUTRO: o grupo KÉSSIO JHONIS de comunicação ele não se rende ao sistema e muito menos à CÚLPULA da cidade de SFI, vou lutar e vencer todos que querem o mal e pensa em si próprio, JUNTOS VENCEREMOS!

GRANDE PERDA; UM LUTO ETERNO: Acidente com moto mata MÁRCIO SILVA (MARCINHO) de 21 anos em SFI na RJ-196

Image may contain: 1 person, standing and stripesGRANDE PERDA; UM LUTO ETERNO: Acidente com moto mata MÁRCIO SILVA (MARCINHO) de 21 anos em SFI na RJ-196

Um jovem de 21 anos, Márcio, que morava em Coréia, localidade da zona rural de São Francisco de Itabapoana, morreu em um acidente com moto por volta das 23 horas desta sexta-feira (22/03/2019) na RJ-196, próximo a localidade de Barrinha.

Segundo apurou A IMPRENSA DA CIDADE (SFI) Márcio, também conhecido por Marcinho, estaria participando das comemorações do aniversário de um amigo. Quando saiu da festa, aconteceu o acidente. Ele estaria sem capacete ao colidir com a cerca de arame farpado da propriedade às margens do asfalto para, em seguida, bater no poste.

O rabecão da Defesa Civil removeu o corpo para o Instituto Médico Legal IML na manhã deste sábado (23/03/2019). O caso foi registrado na 147ª Delegacia Civil de São Francisco de Itabapoana.

EMPRESAS, PARCEIROS, PATROCINADORES, ANUNCIANTES E EMPRESÁRIOS QUE ACREDITAM NO GRUPO KÉSSIO JHONIS DE COMUNICAÇÃO:

















terça-feira, 19 de março de 2019

O grupo KÉSSIO JHONIS de comunicação pedi desculpas e perdão se preciso for ao DEPUTADO ESTADUAL JOÃO PEIXOTO (PSDC-RJ) e todo o seu grupo POLÍTICO e ADMINISTRATIVO. Eu me desculpando com seu ASSESSOR PARLAMENTAR ALCEMIR TETÉ, me desculpo com todos demais. PERDÃO DEPUTADO!

FELIZ ANIVERSÁRIO ZÉ RENATO PONTES, O GRUPO KÉSSIO JHONIS DE COMUNICAÇÃO ABRE ESTE PROGRAMA PARABENIZANDO-O POR MAIS UMA PRIMAVERA, FELICIDADES!

Chequinho em CAMPOS DOS GOYTACAZES: julgamento de vereadores no SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL será em plenário físico

O julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) do Habeas corpus dos vereadores Thiago Virgílio, Linda Mara Silva (ambos do PTC) e Kellinho, condenados em Ação Penal da Chequinho, foi interrompido após Pedido de destaque da ministra Cármen Lúcia.
A análise do HC começou nesta sexta-feira de maneira virtual, mas, com o Pedido de Destaque — quando um membro acha que o caso que está sendo julgado é importante ou complexo para o ambiente virtual — terá continuidade em outra data, mas no plenário físico.
Os três vereadores, afastados do Legislativo de Campos desde o ano passado, mas por condenações em segunda instância na esfera cível-eleitoral da Chequinho, tentam evitar que seja cumprida sentença condenatória da Ação Penal também resultante das investigações sobre o “escandaloso esquema do Cheque Cidadão”.
Eles tiveram a condenação em primeira instância em Ação Penal — parte criminal-eleitoral da Chequinho — confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Em tese, já deveriam estar cumprindo a pena de 5 anos e 4 meses de prisão em regime semiaberto, porém, em novembro passado, o relator do caso no STF, ministro Ricardo Lewandowski, deferiu liminar para que possam recorrer em liberdade.